10 Medidas para a Defesa dos Médicos Dentistas

Independentemente de quaisquer eleições e de quais possam vir a ser os candidatos às próximas eleições da Ordem dos Médicos Dentistas, este é o tempo de assumirmos as nossas responsabilidades: Individuais e Colectivas.

Neste sentido, lancei estas 10 medidas  que são urgentes negociar e desenvolver. Fazem parte de 10 ideias para defender os Médicos Dentistas que fizemos chegar à OMD, ao Governo e a todos os partidos políticos.

Só unidos e imbuídos num espírito construtivo e de colaboração ativa, vamos conseguir ultrapassar este difícil momento.

  1. Negociar com o Governo as necessárias contrapartidas para os “Sócios Gerentes”
    A esmagadora maioria dos consultórios médico-dentários são microempresas, que têm necessariamente de ter pelo menos um contratado (por imposição legal), o que atualmente inviabiliza qualquer apoio ou compensação social aos sócios-gerentes destas empresas
  2. Negociar linhas de crédito específicas para as clínicas
    Para evitar o colapso de inúmeras Clínicas Dentárias com o prolongamento do estado de emergência e da suspensão do seu funcionamento.
  3. Promover a criação de uma rede de atendimentos em regime de urgência
    Em estreita colaboração com o Ministério da Saúde defender uma rede de consultórios/clinicas privados com escala de atendimento de urgências médico-dentárias.
  4. Garantir a distribuição de EPI (Equipamento de Proteção Individual)
    Garantir o acesso a EPI’s de forma a garantir e viabilizar o atendimento de urgências médicas-dentárias nos serviços autorizados e consultórios/ clínicas aderentes.
  5. Integrar os Médicos Dentistas nas equipas de acompanhamento e rastreio “Trace-Covid19
    Monitorizando os doentes via telefone, através da linha SNS24, bem como incorporar os Médicos Dentistas nas equipas de profissionais de saúde para rastreios ao SARS-COV2.  
  6. Preparar Médicos Dentistas para as necessidades do SNS nesta crise
    Dada a escassez e a fadiga dos recursos humanos no SNS, a OMD deve preparar os Médicos Dentistas para prestarem apoio ao SNS durante esta crise.
  7. Promover a participação de Médicos Dentistas nas comissões técnicas e de peritos da DGS
    Para orientações, recomendações e guidelines aos profissionais de saúde e consultórios médicos.
  8. Priorizar os profissionais de saúde oral que estão a garantir serviços mínimos e de urgência medicos-dentários na realização de exames de diagnostico ao SARS-COV2
    Equacionar também a realização de testes de imunidade (testes serológicos)
  9. Garantir que a componente letiva da formação clínica, nas Faculdades de Medicina Dentária é cumprida
    Mantendo os atos médicos essenciais dos programas curriculares
  10. Estabelecer um PLANO ESTRATÉGICO DE ACÇÃO (Pós-COVID-19)
    A OMD deve antecipar, planear e preparar uma campanha de informação para mitigar o impacto negativo no sector da medicina dentária e na população Portuguesa.